Sunday, November 28, 2010

Será que as organizações fechadas sobreviverão ao #DesignThinking ?

No actual período, em que as fragilidades sociais e económicas de um modelo que se julgava "resistente e competitivo" foram denunciadas, torna-se fascinante para todos os pensadores a busca por soluções mais sustentáveis.

O #DesignThinking foi a resposta encontrada nas Redes Sociais para debater soluções e os consequentes planos de acção.

Extravasar este modelo para as organizações corporativas parece ser um passo inevitável. É consensual que aos "consumidores" sucederão os prossumidores, isto é, consumidores com influência no processo produtivo.

A dúvida que fica é sobre o futuro das organizações fechadas: Terão a capacidade de actuar em mercados onde outros players beneficiam da inteligência colectiva?

Sunday, November 7, 2010

Produtizar a Hospitalidade portuguesa

Quando olhamos para o mundo árabe e verificamos que a sua economia floresce à conta da nha-nha preta que extraem do subsolo, verificamos o atraso português na produtização do seu maior activo: a Hospitalidade.

Num mundo que caminha a passos largos para a rede, a hospitalidade está a tornar-se um activo precioso.
Não raras vezes outros povos, e em particular do sul da Europa, revelam desprezo e arrogância pela perspectiva negocial das outras partes.

É essa arrogância que se torna irrelevante quando se estão a discutir cotações, mas centrais quando os objectivos são estratégicos para o médio e longo prazo.

Acredito que existe um importante espaço de actuação no cenário global cujo actual insucesso se deve em boa medida à falta de qualificações para esta vocação.