Monday, February 7, 2011

Deolinda, a estagiária!

O grupo musical Deolinda marcou a agenda com o tema "Que Parva que Sou", onde denuncia a "geração sem remuneração".

A que se deve o fenómeno de uma geração inteira com o futuro adiado?

Porque motivo existem tantas empresas suportadas em estagiários sem remuneração? Essas empresas estão a funcionar, ou a sobreviver à incapacidade dos seus lideres de responder aos novos modelos de negócio?
Considerarão esses "lideres" que o futuro passa pelo mix mão de obra gratuita com hierarquias cristalizadas?

E os nossos jovens? Porque não empreendem por conta própria num momento em que a sua mão de obra nao é valorizada ao serviço de outrém?
Porque esperam que D. Sebastião regresse do nevoeiro para lhes oferecer um posto de trabalho?

É tempo de reagir: É tempo de perder o medo de empreender por conta própria.

Se a formação formal é igual a tantos milhares de outros profissionais, já as competências informais são mais individuais. E a sua conjugação, torna cada individuo num profissional único para responder a uma necessidade específica da economia.

Actuamos?

No comments:

Post a Comment